Compartilhe
facebook twitter gplus mail

Park City e Deer Valley

26/08/2019

Por Pedro Carvalho*. Especial para a Teresa Perez. 

Em Utah, nos Estados Unidos, Park City e Deer Valley são destaque. A primeira está bem próxima da capital Salt Lake City – são apenas 55 quilômetros de distância. Vista antigamente como um marco do Velho Oeste americano na exploração de minérios, hoje, com os seus três mil hectares de área, a estação tornou-se parte do maior domínio esquiável dos Estados Unidos, além de contar com uma das melhores neves powder do mundo – aquela neve fofa que se acumula nas pistas após uma noite de intensa nevasca.

Sua montanha é ideal para todas as categorias de esqui. A área do Lift King Con Express abriga várias pistas curtas e divertidíssimas, tanto para níveis intermediários (azul) quanto para níveis avançados (preto). Os experts também têm a opção de praticar na região do Lift Super Condor Express, em Canyons Mountain, onde se concentra a maior área de pistas pretas e não demarcadas (backcountry) do resort.

A estação Park City encanta principalmente com o seu charme local, esbanjando uma arquitetura bem preserva com traços do Velho Oeste.

Além do esqui, Park City também encanta com seu charme local, gastronomia e vida noturna. Na Main Street, as características de cidade mineira do Velho Oeste ainda são evidentes graças à arquitetura muito bem preservada que, sem perder a sofisticação, transporta o visitante para um filme de faroeste.

Há boutiques, bares e restaurantes espalhados por essa histórica avenida que, além de tudo, pode ser acessada esquiando. Um dos restaurantes mais sofisticados – e antigos – do destino também está instalado na Main Street: o Riverhorse on Main, com menu dedicado a uma culinária americana criativa e sazonal.

Além do charme local, que esbanja características do Velho Oeste americano, a estação ainda conta com uma das melhores neves powder do mundo.

Bem pertinho dali, e estamos falando de menos de três quilômetros, está Deer Valley. Daqueles destinos exclusivos, para quem está à procura de um refúgio repleto de requinte, a estação é o destino certo. Seu charme e elegância, combinados à alta gastronomia, atraem personalidade internacionais para curtir o inverno com todo o estilo.

Embora Deer Valley seja considerada uma das estações mais sofisticadas do mundo, a única modalidade permitida nessa montanha é o esqui – os praticantes de snowboard, por exemplo, precisam se deslocar até Park City para aproveitar o esporte, assim para quem deseja experimentar qualquer outra atividade na neve.

Também reconhecida pela excelente qualidade de neve, Deer Valley ostenta mais ou menos cem pistas cobertas, com cerca de 70% do seu território dedicado aos níveis iniciantes e intermediários, o que faz do destino uma ótima opção para aprender a esquiar e progredir bastante com a prática da atividade.

Mas o principal diferencial proporcionado pela estação é, sem dúvidas, o atendimento e serviços personalizados aos seus visitantes – há instrutores altamente treinados em diversos idiomas, ski valet gratuito na base da montanha, mimos oferecidos pelo resort e uma gastronomia de nível elevado, a exemplo do contemporâneo Yama Sushi que se inspira com a culinária japonesa.

 

* Pedro Carvalho é especialista em atividades de neve no departamento de esqui da Teresa Perez Tours.

0 Comentário

Onde ficar em Park City