Compartilhe
facebook twitter gplus

A sempre surpreendente Islândia

29/01/2020

A Islândia ainda desperta a curiosidade. Afinal, são poucos os lugares que reúnem no mesmo destino vulcões, cachoeiras, cascatas, gêiseres, glaciares e ainda fenômenos naturais. Nossa dica é visitar o país durante a meia-estação (entre o fim do verão e o começo do outono), quando o clima é mais ameno e ainda é possível ver a aurora boreal. O roteiro perfeito por lá parte da capital Reykjavík, cidade charmosa repleta de casinhas coloridas e uma vida cultural pulsante. A jordana segue para o norte do país, ainda pouco explorado e com atrativos como a cidade de Ólafsfjörður, perfeita para atividades como pesca, passeio a cavalo, hiking, observação de baleias e passeio de RIB boat. Tem mais ótimas experiências na pequenina Hella, situada às margens do rio Rangá e formada por pouco mais de 750 habitantes: são vulcões, cachoeiras, praias de areia preta e glaciares. Por fim, Grindavík guarda a impressionante Blue Lagoon com águas a 38 graus, ricas em minerais que possuem propriedades medicinais e de rejuvenescimento.

Reykjavík

Reykjavík
Reykjavík é daqueles destinos perfeitos para serem explorados a pé. E caminhar pela capital mais setentrional do mundo é apreciar museus, patrimônios históricos, galerias de arte, além de bons restaurantes e bares. Não espere por arranha-céus ou grandes monumentos, mas é justamente esse um dos charmes de lá, sua atmosfera de cidade pequena. Ainda pelo caminho: piscinas termais, parques e lagos.

Ólafsfjörður
Ólafsfjörður é um dos destaques da região norte da Islândia. A cidade está situada na foz do fiorde Eyjafjörður e é perfeita para os amantes de atividades ao ar livre – tudo com as águas calmas do lago Ólafsfjörður ao fundo. Além das já citadas atividades como pesca, passeio a cavalo, hiking, observação de baleias e passeio de RIB boat, vale lembrar que o destino é cercado por montanhas e vales, o que proporciona ótimas trilhas em meio à natureza.

Hella
Tem mais ótimas atividades ao ar livre em Hella, um destino pequenino, mas ideal como ponto de partida para conhecer alguns dos mais belos cenários naturais do país, como vulcões, cachoeiras, praias de areia preta e glaciares. Já entre as atividades, alguns destaques são golfe, cavalgada e pesca.

Grindavík
Em Grindavík o principal atrativo é a Blue Lagoon. E não pense que é pouco! São águas a 38 graus de temperatura, que esbanjam em minerais e em propriedades medicinais e de rejuvenescimento. Cercada por campos de lava, a Blue Lagoon é uma atração perfeita para quem quer relaxar e explorar águas termais - sem contar que por lá ainda há hotéis que se destacam por conta de experiências como lagoas privativas.

Sugestão de roteiro

Reykjavík, Ólafsfjörður, Hella & Grindavík - 9 dias*


Inclui

 

  • 2 noites em Reykjavík, no Konsulat Hotel, Curio Collection By
    Hilton
  • 3 noites em Ólafsfjörður, no Deplar Farm
  • ​2 noites em Hella, no Hotel Rangá Luxury Resort & Dining
  • 1 noite em Grindavík, no The Retreat Hotel
  • Café da manhã
  • Pensão completa no Deplar Farm
  • Traslados e passeios conforme o roteiro
  • Aéreo interno no trecho Rekjavík/Akureyri/Reykjavík

* Sujeito a disponibilidade, condições especiais e alterações sem prévio aviso. 

 

Para informações sobre roteiro completo, clique aqui e entre em contato.

0 Comentário