Compartilhe
facebook twitter gplus mail

O lado criativo de Londres

09/10/2019

Cool, hipster, arrojado, descolado. Shoreditch é tudo isso e mais um pouco. Este verdadeiro centro criativo fica na área de East London e é referência quando o assunto é arte de rua. Mas Shoreditch é mais do que street art. Galerias de arte, ótimas opções de compras e ainda restaurantes sofisticados e bares vibrantes tornam o bairro londrino destino indispensável em qualquer roteiro pela capital inglesa.

Street Art

Galeria de arte a céu aberto, reduto de artistas de rua ou qualquer outra definição não será o suficiente para expressar totalmente a relação de Shoreditch com street art. Dá para se perder entre os murais coloridos de lá. Algumas ruas ótimas para quem quer ver parte das obras são a Redchurch Street; a Riverton Street, onde está uma obra de Banksy; a Cremer Street, com destaque para Smile, obra da artista de rua francesa Zabou; e a Princelet Street, com o trabalho apenas em vermelho, branco e preto do artista Stik, que também deixou sua marca em vários outros pontos da cidade. A obra de Stik na Princelet Street faz referência à diversidade em Londres. Tem mais arte na Heneage Street, que foi marcada pela obra Hear No Evil, Speak No Evil and See No Evil do artista londrino Lewis Campbell. 

Galerias de Arte

Tem arte nas ruas e também nas galerias de Shoreditch. Alguns lugares ótimos para entrarem no roteiro artsy são a Pure Evil Gallery, que realiza exposições com foco especial na pop art; a Jealous Gallery, muito voltada a trabalhos de screenprint (serigrafia) – já teve suas obras expostas em locais como o Tate Modern e o Victoria and Albert Museum; a Autograph, dedicada à arte realizada a partir de fotografia e audiovisual; e, por fim, a Espacio Gallery, que reúne trabalhos de artes visuais concebidos com diferentes mídias. 

Compras

Atika
Antiga Blitz London, a Atika é uma loja de roupas vintage situada na Hanbury Street, em um armazém vitoriano. O local conta com peças que datam do final dos anos 1970 aos 2000. Entre as marcas que podem ser encontradas estão Burberry, Barbour, Armani e Escada.

Le Labo Fragrances 
Com sede em Nova York, a Le Labo Fragrances também marca presença em Londres na Redchurch Street. A marca é conhecida por proporcionar perfumes artesanais, que combinam aromas inusitados e são feitos a partir de ingredientes crus. Também é possível fazer o seu próprio perfume. 

Rough Trade
A Rough Trade é velha conhecida entre os amantes de música e sempre lembrada como um dos melhores lugares do mundo para comprar vinis e CD’s. A primeira unidade abriu em 1976, no oeste de Londres, quando o punk já tomava forma na capital inglesa. De lá para cá, foram inauguradas novas lojas em West London, Bristol, Nottingham e Nova York. Em Shoreditch, a Rough Trade fica na Brick Lane e, além de contar com um estoque variado e superatual de discos, que vão do indie à música pop, passando pela música eletrônica e o hip hop, também realiza apresentações ao vivo na própria loja. Nomes como Blur e Queeens of the Stone Age já fizeram pocket shows por lá. 

Restaurantes e Bares

A arte da gastronomia também marca presença em Shoreditch, ao lado de bares que são perfeitos para quem quer esticar o jantar. Entre os restaurantes, uma ótima opção é o The Clove Club, que serve pratos preparados a partir de toques contemporâneos do chef em receitas da gastronomia britânica clássica. Já o Serata Hall, aberto em abril, se inspira na culinária italiana servindo desde massas artesanais a pizzas de sabores diversos. Entre os bares, algumas ótimas pedidas são o Tonight Josephine, inaugurado em janeiro; o Nightjar, com um menu de coquetéis clássicos e contemporâneos que podem ser apreciados com o melhor do jazz e blues; o The Gibson, com uma lista de mais de 40 drinques inventivos; e o Looking Glass Cocktail Club, inspirado em um bar speakeasy americano. 

0 Comentário