Compartilhe
facebook twitter gplus mail

Festivais pelo mundo: música eletrônica

29/03/2019

A música eletrônica é um enigma para muitas pessoas. Ela rendeu inúmeras vertentes ao longo dos anos, e definir um artista desse gênero, na maioria das vezes, é impossível – e talvez desnecessário! A produção musical ficou mais sofisticada, DJ’s e produtores estão tornando estilos como a dance music, o techno e a house music cada vez mais conceituados. Preservando a mesma qualidade, alguns festivais de música eletrônica se tornaram importantíssimos com o passar do tempo, e desempenham um papel fundamental na música como um todo, além de proporcionarem experiências épicas nos mais diversos destinos. Contamos um pouco mais sobre cinco deles para você se programar!


Sónar Barcelona
Barcelona, Espanha
18,19 e 20 julho
sonar.es​


O Sónar é mundial. Reykjavík, Hong Kong, Istambul, Bogotá, Buenos Aires, Cidade do México e Atenas já realizaram ou realizarão edições do festival. Toda essa história começou em 1994, em Barcelona. 25 anos depois, a cidade catalã realiza mais uma celebração da música eletrônica, das artes e da tecnologia, nos dias 18, 19 e 20 de julho. O Sónar Barcelona é divido entre Sónar by Day, que acontece no Fira Barcelona, e Sónar by Night, no Fira Barcelona Gran Via. Em ambos, o nível é altíssimo! Além de artistas novos e consagrados, desde 2013 o evento proporciona paralelamente o Sónar + D, um programa voltado à tecnologia, cultura digital e artes visuais. Entre os atrativos estão workshops, palestras, a possibilidade de utilizar novos produtos e protótipos do mundo inteiro, experiências em realidade virtual, realidade aumentada e inteligência artificial, instalações e apresentações experimentais, visuais e interativas. Já no palco, estão confirmados o DJ Dixon, de house e techno, da Alemanha; Joseph Capriati, produtor musical e DJ, da Itália; Andy C, DJ e produtor musical britânico, muito voltado para o drum and bass e um dos fundadores da gravadora Ram Records; e Paul Kalkbrenner, produtor musical e DJ, também da Alemanha.

Amsterdam Dance Event
Amsterdã, Holanda
16 a 20 outubro

amsterdam-dance-event.nl

Difícil ter certeza sobre qual o maior festival de música eletrônica do mundo. Não há dúvidas de que o Amsterdam Dance Event é um deles! Sua grandiosidade não é apenas territorial, já que ele acontece por toda a Amsterdã, mas pelo seu importante papel na indústria criativa relacionada à música eletrônica na capital holandesa.  Os números são impressionantes. São mais de mil eventos com cerca de 2500 artistas em quase 200 pontos da cidade como nightclubs, salas de concerto, estádios e até mesmo museus. O ADE foi criado em 1995 pela The Amsterdam Dance Event Foundation e, desde então, sempre teve um papel importantíssimo na história da dance music e suas vertentes. Entre os nomes que já fizeram parte do festival estão o produtor musical francês Jean-Michel Jarre; o guitarrista e produtor musical americano Nile Rodgers; o também produtor musical americano Carl Craig, muito dedicado ao techno; Marco Carola, DJ italiano também influente na cena techno; e o DJ holandês Sam Feldt, nome forte na house music. Para dar conta de tamanha programação, ele é divido em duas partes, a ADE by Day, que realiza, além do festival, uma conferência, e a ADE by Night, totalmente dedicada às apresentações musicais. A conferência no ADE by Day proporciona exposições e documentários relacionados à dance music, demonstrações de equipamentos, além de MusicTalks com alguns artistas.


Tomorrowland
Bloom, Bélgica
19 a 21 e 26 a 28 julho
​tomorrowland.com


Desde 2005, quando fundaram o Tomorrowland, os irmãos Manu e Michiel Beers não pararam de olhar para frente! Essa é a principal proposta do festival: pensar no amanhã, sem esquecer da natureza e, é claro, da boa música. Sempre no Provinciaal Recreatiedomein De Schorre, na pequena cidade belga de Bloom, durante dois fins de semana de julho, é um dos destaques no calendário anual dos principais eventos relacionados à música eletrônica do mundo. Já subiram ao palco nomes como o produtor musical e DJ holandês Martin Garrix, que alcançou mais notoriedade com seu hit “animals”; e David Guetta, também produtor musical e DJ – certamente um dos mais conceituados e famosos de todo o mundo. O Tomorrowland é conhecido por sempre definir um tema e proporcionar performances diversas, utilizando muitas vezes pirotecnia e simbolismos. Sua principal inspiração é a literatura. Em 2019, o festival repetirá o bem-sucedido tema utilizado em 2012, “The Book of Wisdom” (Livro da Sebadoria), obra escrita em uma região que hoje corresponde à cidade egípcia da Alexandria, no século 1 a.C. Já o lineup conta com nomes como a dupla de DJ’s americanos The Chainsmokers; a produtora musical, coproprietária da gravadora Lenske e DJ belga Amelie Lens; o Dj sul-africano Black Coffee; o produtor musical e DJ britânico Carl Cox, muito voltado para o techno e a house music; e o DJ e produtor musical americano Steve Aoki, também dedicado principalmente à house music e um dos proprietários da gravadora Dim Mak.

Burning Man
Nevada, Estados Unidos
25 agosto a 2 setembro
burningman.org


Se existisse uma lista com os melhores eventos experimentais sem definição alguma, o Burning Man seria o grande destaque. Enquanto ainda não pensaram em uma, ele segue chamando atenção entre os melhores festivais musicais, não apenas voltados à música eletrônica, do mundo. Sempre o último domingo de agosto e a primeira segunda-feira de setembro, o Burning Man acontece no Deserto de Black Rock, no estado norte-americano de Nevada. Em meio a esse deserto é construída a Black Rock City, uma cidade temporária onde em média 50 mil pessoas são atraídas por boa música, arte e cultura. Essa combinação se dá por meio de propostas como: criatividade, auto expressão radical, esforço comunitário, autossuficiência e uma maior conexão com o mundo. Tudo isso está disposto em seis áreas de programas interconectadas: Artes, Envolvimento Cívico, Cultura, Educação, Centro Filosófico e Empresas Sociais. Não foram divulgados os nomes que farão parte da edição de 2019. Para dar um gostinho do que vem por aí, já tocaram no Burning Man: o DJ, produtor musical e dono da gravadora Hot Creations galês Jamie Jones; os irmãos DJ’s norte-americanos The Martinez Brothers, que muitas vezes misturam a house music com hip hop; Joseph Capriati, DJ e produtos musical italiano; e a DJ ucraniana Nastia.


Lovebox 
Londres, Inglaterra
12,13 julho

loveboxfestival.com

Desde o final dos anos 1990 até os dias de hoje, a Groove Armada é um dos destaques da cena de música eletrônica inglesa, principalmente em Londres, cidade natal da dupla. Em 2002, eles reclamavam da falta de locais que reunissem os principais nomes dessa mesma cena. Daí surge o Lovebox como ótima alternativa! Sempre durante dois dias, o Lovebox, que recebeu o mesmo nome do quarto álbum da Groove Armada, a partir de 2018 passou a ser realizado no Gunnersbury Park, no leste de Londres. Em lineups anteriores já estiveram Childish Gambino (nome artístico do talentosíssimo Donald Glover, aquele mesmo da série Atlanta); e os norte-americanos Frank Ocean e LCD Soundsystem. Para esse ano, estão confirmados os norte-americanos Chance, the Rapper; Solange e Brockhampton; o inglês Loyle Carner; e a DJ irlandesa Annie Mac.

Clientes Teresa Perez têm acesso a ingressos com lugares especiais nos concertos e festivais mais concorridos da temporada.

0 Comentário