Compartilhe
facebook twitter gplus mail

O que conhecer na Nova Zelândia

27/07/2017
Auckland representa o que mais moderno a Nova Zelândia proporciona
Berço da cultura Maori, Rotorua tem paisagens espetaculares

Ser a última porção de terra descoberta no planeta deu a Nova Zelândia algumas características culturais e sociais bastante marcantes. A receptividade, a informalidade e a paixão pelas atividades ao ar livre são traços inconfundíveis do jovem povo neozelandês, que busca na antiga cultura maori contrastes entre o tradicional e o contemporâneo.

No meio do Oceano Pacífico, as duas principais ilhas do país agrupam uma quantidade rara de atrações – naturais e culturais. São cidades vibrantes e com alto padrão de vida como Auckland e Queenstown, gastronomia e vinhos premiados, além de infraestrutura perfeita para receber bem os visitantes e eis um país com algumas das experiências mais interessantes e emocionantes do planeta. Para conhecer este jovem país, seis cidades das ilhas Norte e Sul são fundamentais. 

 

Ilha Sul
Onde a Nova Zelândia é mais autêntica. Da vida selvagem às vinícolas que produzem o vinho neozelandês, as grandes paisagens naturais dão o tom na Ilha Sul. Em comum, todas arrebatadoras.

 

Marlborough
A mais próspera região vinícola do país é o berço da uva Sauvignon Blanc – “savvy”, como os neozelandeses costumam se referir -, que colocou o vinho neozelandês no mapa dos melhores do mundo. Mais de 40 vinícolas estão abertas para visitação na região.

Queenstown
Os amantes de esportes de aventura encontram aqui um paraíso. Às margens do Lago Wakatipu, pode-se saltar sobre esquis, de paraquedas ou de bungy jump, fazer rafting, trekking, cavalgar... Atividades não faltam! 

Christchurch
Combinando o charme da elegância histórica e inspirações da cultura contemporânea, Christchurch é porta de entrada para a Ilha Sul. Sua paisagem urbana vem se transformando rapidamente, com novos empreendimentos surgindo a todo momento, como bares, restaurantes, cafés e centros de arte.

 

Ilha Norte
Ares cosmopolitas, com vida noturna agitada, cidades que concentram dois terços da população do país e cenários onde inspirações urbanas convivem harmoniosamente com grande oferta de atividades esportivas ao ar livre. A Ilha Norte mostra a Nova Zelândia mais contemporânea.

 

Auckland
A mais conhecida cidade do país é também a entrada para a moderna Nova Zelândia. Com belas praias e uma agitação urbana intensa, comer bem, velejar, frequentar museus e consumir a aclamada moda local são rotina na cidade.

Rotorua
Berço da cultura maori, Rotorua mantém suas paisagens naturais praticamente intactas, com parques como os de Te Puia, Waimangu e Waiotapu. A intensa atividade de seus gêiseres e as piscinas naturais são marcas de uma região com ótima infraestrutura para a prática de esportes de aventura.

Wellington
Conhecida como a capital gourmet da Nova Zelândia, Wellington está rodeada de montanhas, à beira-mar, compondo um cenário ao mesmo tempo idílico e cosmopolita. Além de restaurantes premiados, boas cafeterias e vida boêmia, a cidade abriga um ótimo museu, o Te Papa, líder mundial em experiências interativas.

Os vinhos da Nova Zelândia são reconhecidos mundialmente
0 Comentário

Comentários com conteúdo impróprio e/ou spam poderão ser removidos.

Onde ficar em Auckland