Compartilhe
facebook twitter gplus mail

Destinos com atividades para as crianças

29/09/2017
Orientados por experientes tecelãs, os pequenos podem interagir com a arte ancestral na comunidade de Chinchero
No único museu dedicado às crianças em Roma, atividades interativas e tecnológicas são usadas como forma de aprendizagem

Quando a viagem é em família, as crianças precisam de atenção especial. Para ninguém ficar parado, opções de atividades não faltam. Confira cinco dicas de experiências preparadas especialmente para os pequenos. 


Aula de Tecelagem
Cusco, Peru

Os coloridos tecidos tão característicos do Peru fazem parte cultura do país e ajudam a determinar a identidade regional de quem os usa. Na comunidade de Chinchero, em Cusco, as crianças aprendem a antiga tradição da tecelagem, sob a orientação de mestres artesãos. 


Explora, Il Museo dei Bambini di Roma
Roma, Itália

Este é o único museu em Roma dedicado às crianças. Os “bambini” aprendem noções de ciência, comunicação e novas tecnologias por meio de atividades interativas e experimentos, com a liberdade de tocar em tudo para entender como as coisas funcionam. O museu também organiza exposições temporárias, oficinas de jogos e aulas de culinária.
 

Dia da Colheita de Abóboras
África do Sul

Na região vinícola da África do Sul, hotéis-fazendas proporcionam um genuíno contato com a vida no campo. As crianças aprendem as diferenças entre as variedades de abóbora e como cultivá-las. Com a ajuda dos pais, a garotada aprende como colher e cortar as abóboras – esculpi-las na época do Halloween torna a atividade ainda mais divertida. 

 

Origami
Tóquio, Japão

A secular arte de transformar uma única folha de papel em figuras tridimensionais com as mãos conquista até mesmo as crianças mais conectadas à tecnologia de tablets e celulares. Na Origami Kaikan, instituição de Tóquio que desde 1858 dedica-se a essa arte, os pequenos aprendem a criar formas básicas e avançadas com a ajuda de instrutores.

 

Escola de Falcoaria
Perthshire, Escócia

Atividade praticada desde a Idade Média, a falcoaria é a arte de cuidar e treinar aves de rapina para a caça. Dominar essa técnica exige sete anos de formação, mas na British School of Falconry, em alguns dias, as crianças aprendem noções básicas da falcoaria e ainda têm a emocionante experiência de interagir com as aves.

0 Comentário

Comentários com conteúdo impróprio e/ou spam poderão ser removidos.