Compartilhe
facebook twitter gplus mail

A Costa Sul da Austrália e seus highlights

14/09/2017
Nos arredores de Adelaide são produzidos alguns dos vinhos mais importantes do país
Melbourne é sinônimo de qualidade de vida e vida noturna animada na Austrália

A Costa Sul australiana é uma região repleta de grandes experiências. Numa ponta, fica Melbourne, capital do estado de Victoria (homenagem à célebre rainha britânica). Na outra ponta, Adelaide, capital do estado da Austrália do Sul. Cada uma à sua maneira, Melbourne e Adelaide são metrópoles vibrantes, ricas em gastronomia, cultura, comércio e vida noturna. Elas também oferecem parques verdejantes e praias de areias claras, ideais para relaxar. O caminho entre Melbourne e Adelaide inclui a Great Ocean Road, uma rodovia que foi construída no alto dos penhascos à beira-mar e é emoldurada por paisagens que chegam a emocionar, como as torres de pedra que se elevam de dentro do oceano. O clichê é inevitável: nessa rodovia panorâmica, o importante não é a chegada, mas o trajeto. 

Melbourne

Melbourne é uma cidade para ser explorada a pé. Na área central, a melhor experiência é perder-se pelo emaranhado de ruelas para pedestres, como a Degraves Street, a Centre Place e a Flinders Lane, repletas de cafés, casas de chá, restaurantes, galerias de arte e antiquários à espera de serem descobertos. As avenidas, por sua vez, ostentam joias arquitetônicas da era vitoriana, como a Estação de Trens de Flinders Street e o Parlamento do Estado, construídas no século 19 graças à riqueza gerada pela corrida do ouro. Pode-se explorar o Rio Yarra pela novíssima Ponte Jim Stynes, que se ergue sinuosa quase no nível da água e é exclusiva para pedestres e ciclistas. Melbourne é particularmente generosa em  áreas verdes. Não importa o caminho escolhido, ele sempre conduz a um parque, a exemplo do Jardim Botânico, com seu lago ornamental, e dos Jardins Fitzroy, com sua estufa de flores multicoloridas. 

Adelaide

Adelaide não poderia ter melhor localização. Os limites da cidade são definidos, de um lado, por uma área rural repleta de vinhedos e, do outro, por uma sucessão de praias de areias claras. Por essa razão, Adelaide é eclética. Agrada tanto a quem cultiva gostos mais apurados quanto a quem prefere programas mais informais. O primeiro grupo pode jantar num dos vários restaurantes que se espalham pela Gouger Street – todos à altura dos premiados vinhos da região –, conhecer obras de arte de várias épocas na Art Gallery of South Australia e contemplar os grandiosos edifícios vitorianos do bulevar North Terrace. O segundo grupo, por sua vez, encontra em Adelaide todo tipo de diversão. Entre as melhores experiências estão nadar com golfinhos em alto-mar, explorar o South Australian Museum – onde um gigantesco esqueleto de baleia dá as boas-vindas – e jogar-se no agito dos bares da Rundle Street. 

Tasmânia

A Tasmânia é uma ilha ao sul da Austrália  continental que tem em média só 260 km de leste a oeste e de norte a sul. Nessa pequena área, a natureza próspera. Metade da ilha é coberta por parques e reservas, onde se conservam florestas densas, rios caudalosos e praias paradisíacas. A pureza do ar é perceptível. Por estar separada do continente, abriga animais que não existem em nenhuma outra parte do planeta. É o caso do demônio da Tasmânia, a pequena e graciosa criatura com feições de urso que se reconhece pela pelagem branca em forma de colar sob o pescoço. Os tassies têm orgulho da natureza. Não à toa, foram eles que criaram o primeiro partido verde do mundo, em 1972. Para aventurar-se pela Tasmânia, o ponto de partida é Hobart, a simpática cidade à beira-mar famosa pela feira semanal de artesanato, comidinhas e vegetais. A pequena ilha é grande nas experiências. 

Highlights

Queen Victoria Market
Pode-se facilmente passar o dia explorando os corredores do Queen Victoria Market. Esse imenso mercado criado no século 19 oferece de tudo – de frutas e verduras orgânicas a carne de canguru e crocodilo, de joias e casacos de pele a bumerangues e outros suvenires  aborígenes. O passeio exige uma parada na praça de alimentação. Nos cardápios, encontram-se pães assados na hora, frutos do mar fresquinhos, curries indianos e muito mais. 
 

Vinhedos
Duas das mais renomadas regiões vinícolas da Austrália ficam nos arredores de Adelaide: o McLaren Vale, ao sul, e o Barossa Valley, ao nordeste, onde dezenas de produtores devinhos tintos, brancos e de sobremesa abrem as propriedades e oferecem suas melhores safras para degustação. Para manter a produção de vinho a salvo, o país aprovou em 2012 uma lei que proíbe a área urbana de Adelaide de avançar até as vinhas de McLaren e Barossa.

0 Comentário

Comentários com conteúdo impróprio e/ou spam poderão ser removidos.