Compartilhe
facebook twitter gplus mail

5 cenários naturais para apreciar na Suíça

15/09/2017
Cartão-postal da Suíça, o Lago de Genebra é icônico
Para os amantes de aventura e natureza, escalar o Matterhorn é imperdível

Dos majestosos Alpes ao brilho dos lagos tranquilos que refletem sua beleza, a Suíça é inesquecível. A geografia, privilegiadamente definida pelos Alpes e cercada por inúmeros lagos, promove um verdadeiro e imperdível espetáculo em azul e branco nos dias de sol que, ao se pôr, tinge a paisagem com novas e magníficas cores. Confira 5 cenários para conhecer na sua próxima viagem ao país:

Lago de Genebra
O maior lago da Suíça, com profundidades que chegam a 300 metros. As margens são cobertas por belos jardins e cercadas por antigas e elegantes residências, que completam o cenário para deliciosos passeios aos seus visitantes. Na água, cisnes dividem harmoniosamente o espaço com iates e barcos.

Matterhorn
A partir de qualquer ponto de Zermatt, pode-se avistar o imponente Matterhorn, que fica entre a Suíça e a Itália e possui 4478 metros de altitude. No lado italiano, ele ganha o nome de Monte Cervino e abriga a estação de esqui de Breuil-Cervinia. Os esquiadores podem passar de um país ao outro pela montanha. Seu pico é onipresente, seja durante a descida em uma pista ou no après-ski em um terraço com vista para essa maravilha da natureza. Difícil escolher qual cenário é mais bonito, mas certamente o do lago Riffelsee concorre como um dos melhores: ali, toda grandiosidade do Matterhorn se duplica sobre a superfície da água.

Il Lungolago e Giardino Belvedere
Il Lungolago é um percurso de 2 quilômetros com vista para o lago Lugano, margeado por limeiras altamente podadas, ciprestes e belas palmeiras. Sua extensão vai do centro da cidade ao bairro Paradiso. Giardino Belvedere, por sua vez, é um jardim de esculturas dentro do mesmo passeio com uma dúzia de obras modernas em meio a camélias, oleandros e magnólias. À noite, fontes d’água luminosas transformam a parte do caminho próxima ao Parque Cívico em uma atração muito especial.

Rio Limmat
Um rio de águas claras e calmas, o Limmat possui 140 quilômetros de comprimento e divide a cidade ao meio, destacando mansões, importantes monumentos e atrações. O rio, utilizado também para transporte, é ponto de encontro para visitantes e moradores.

Verbier
Verbier é um vilarejo alpino típico, com chalés de madeira abrigados a 1.500 metros de altitude no platô de uma montanha. O melhor ponto de observação da região de Verbier fica a 3.300 metros de altitude, no topo do Monte Fort. O acesso é por teleférico e, lá de cima, entre o céu permanentemente azul e a imensidão branca da neve, a vista é deslumbrante. O sol não deixa de brilhar nos Alpes suíços nem mesmo no inverno.

0 Comentário

Comentários com conteúdo impróprio e/ou spam poderão ser removidos.